Geração perennial não se sente limitada pela idade

Geração perennial não se sente limitada pela idade

Share With Your Friends

Sandra Carnevali - perenialls Por Sandra Carnevali*

Se alguém já te disse que você passou da idade de fazer algo, mas seu coração te impulsionou a continuar o seu planejamento para realizar seu projeto, talvez você faça parte da geração perennial. Um profissional que vale a pena ter em todas as equipes.

A classificação de gerações por idade ajudou empresas a mapearem o comportamento de cada época. Isso ainda é usado para definir como atrair essas pessoas como consumidores, saber como influenciá-los como líder e aproveitar o potencial que possuem.

Você já deve ter ouvido falar dos baby boomers, geração X, geração Y, millenials e geração Z, que são definidas com base na data de nascimento. No entanto, vários líderes já se deram conta de que não faz mais sentido classificar as pessoas somente pela idade.

Gostos e atividades de diversas faixas etárias

Gina Pell, chefe de conteúdo da The Whatlist, verificou que existem pessoas que levam um estilo de vida com gostos e atividades de diversas faixas etárias. Para eles a idade é só um número, são antenados, aprendem com amigos de todas as faixas etárias a usar as tecnologias disponíveis e se conectam em grupos de interesse onde compartilham conhecimentos e experiências.

Querem aprender e possuem humildade para reconhecer que pessoas muito mais jovens podem ensiná-los. Gostam de se relacionar com crianças, adolescentes, jovens, idosos, porque sabem que todos têm algo de bom para ser compartilhado.

Também não possuem preconceito com raça, gênero sexual, identidade política e religiões. Eles acreditam que todas as pessoas têm uma história e respeitam as opiniões. Aproveitam a diversidade para ampliar a mente e enxergar o que o outro vê e que, talvez, possa fazer sentido para eles também em algum momento.

geração perennial

Geração perennial troca julgamento por curiosidade

Possuem empatia, alegria, trabalham em equipe, gostam de ensinar e aprender. A mente está aberta a novos conceitos em um estado de gratidão e não-julgamento. Eles trocaram o julgamento pela curiosidade e isso faz deles pessoas extremamente agradáveis de se conviver.

Eu conheço alguns de mais de setenta anos e outros de dezoito e até de doze anos. Crianças que se sentam com seus avós e passam tardes aprendendo com eles e ensinando o que sabem. Avós que respeitam e reconhecem que até as crianças hoje sabem muito mais que eles sobre vários assuntos por causa da tecnologia que consomem.

Eles querem mudar o mundo, mostrar que juntos somos mais fortes, que vale apena incluir todos em um time e aprender com as diferenças.

Eu entrei para o time dos perennials, me apaixonei pela vida e pelas pessoas que também pensam diferente de mim sobre vários assuntos e estão dispostas a ensinar o que eu ainda não vi ou não entendi como elas. Nós possuímos uma alma jovem, aberta para aprender, ousar, compartilhar e acreditar que vale a pena lutar por um mundo melhor para todos.

Inteligência emocional é maior diferencial da geração perennial

A tendência do crescimento da longevidade abre a discussão sobre a necessidade das empresas se atentarem sobre o quanto podem crescer se souberem aproveitar pessoas com experiência de vida e que possuem a mentalidade perennial. Apesar de alguns terem mais de quarenta, cinquenta, sessenta e setenta anos não se importam de serem liderados por pessoas mais jovens e cuidam da saúde esbanjando vitalidade.

Líderes bem-informados sabem que a horizontalidade veio para ficar e essa mentalidade também.

O maior diferencial dos perennials é a inteligência emocional que possuem. Muitos buscam evoluir como pessoa para se adaptar às mudanças do mundo VUCA (volátil, incerto, ambíguo e complexo).

Que tal parar de contratar pela idade e focar na mentalidade ?

Você conhece alguém que tem alma jovem demais para sua idade ou que possui inteligência emocional grande o suficiente para te chocar quando te fala que tem “só” doze, dezoito ou vinte e poucos anos? Bem esse é um perennial, aprenda com ele como viver na quarta revolução industrial. Ele está no caminho certo. Agora acordamos vencidos todos os dias e vamos nos reinventar a cada passo.

*Contato com Sandra Carnevali: https://linktr.ee/Sandra_Carnevali

Imagem destaque: Escrita Preta com Dona Mazé

  • Dicas de musculação para garantir longevidade e a qualidade de vida
  • Quem pode ser modelo? Existe diversidade na moda brasileira?
  • negrxs50mais

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *