Mobilização contra demissão do Mestre Rubem Confete nessa quinta-feira

Mobilização contra demissão do Mestre Rubem Confete nessa quinta-feira

Share With Your Friends

Redação – redacao@negrxs50mais.com.br

Nessa quinta-feira, 24 de fevereiro, acontece o dia de mobilização contra a demissão do Mestre Rubem Confete da Rádio Nacional.  Uma manifestação, às 16 horas,  reunirá seus apoiadores em frente à TV Brasil, onde funciona atualmente a emissora, na Rua Gomes Freire, 474. Além de Confete, de 85 anos de idade, quase 150 funcionários serão dispensados, por terem mais de 75 anos de idade.

Rubem Confete tem 42 anos como funcionário da emissora, atual EBC, e foi avisado de seu desligamento por telefone. Os representantes da diretoria comunicaram que seu contrato será encerrado no dia 4 de março. Ele será desligado sem direito a nenhuma indenização (multas rescisórias, como 40% do FGTS e aviso prévio). Perderá, inclusive, o direito ao plano de saúde dele e da esposa Zélia. O benefício era pago parcialmente pela empresa.

Mestre Rubem Confete - manifestação- quinta feira

Memória do samba e do carnaval

Reconhecido como #EnciclopédiaViva do samba e do carnaval tem uma vida inteira dedicada à divulgação do trabalho, da luta e da resistência dos sambistas. Confete tem vasta atuação como jornalista, roteirista, teatrólogo, compositor, cantor e sambista. Trabalhou em jornais como a Tribuna da Imprensa, Lampião e Pasquim, nas TVs Globo e Gazeta, além das rádios Continental e Roquete Pinto. Seu tema principal sempre foi o sobre samba.

Passista da Mangueira e do Salgueiro nos anos 60, entrou para a Ala dos Compositores do Império da Tijuca, em 1967 e em 1970, a da Imperatriz Leopoldinense. Em 1973, foi o autor do enredo vencedor do carnaval paulista pela Camisa Verde e Branco, com o samba “Uma certa negra fulô”. Fundou, em 1973, o grupo de capoeira “Filhos de Angola”. Dois anos depois, em 1975, junto com Wilson Moreira, Candeia e Nei Lopes, fundou o Grêmio Recreativo de Artes Negras e Escola de Samba Quilombo, na qual atuava como compositor e mestre-sala.

Programa Cultne na TV exibido em 30 de dezembro de 2017 na TV Alerj

Em televisão, além de comentarista de samba em diferentes emissoras, trabalhou na TV Excelsior em 1964, como ator e figurante. Conferencista, ministrou várias palestras em diversos lugares como PUC, Cândido Mendes, Hélio Alonso, Museu Nacional de Belas Artes, UERJ e Secretaria Municipal de Cultura. No cinema, produziu roteiros para três filmes de Carlos Alberto Tourinho: “Partido Alto”, “Partideiros” e “Escola de Samba S/A”.

Compositor e defensor de liberdades de imprensa e religiosa

Tem diversas músicas gravadas, como, por exemplo, o “Pagode do Exorcista”, por Nei Lopes e Wilson Simonal. “Xangô é de Baê”, que foi interpretada por João Donato e Caetano Veloso; “Poeira pura”, cantada por Roberto Ribeiro. “Terreirão grande” que foi gravada por Nadinho da Ilha, João de Aquino e ele próprio. “Gosto amargo da vida”,  interpretada por Paulo Ramos e “Combinado assim”, gravada por Joel Teixeira.

Considerado um Griô, tem no currículo longa atuação na Associação Brasileira de Imprensa (ABI). Foi ainda um dos fundadores do Centro Cultural Pequena África e do Instituto de Pesquisa de Cultura Negra (IPCN). É um defensor das liberdades de imprensa e religiosa. Foi tema de escola de samba e recebeu com moção de louvor da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

As demissões dos aposentados com 75 anos de idade estão baseadas na reforma da Previdência, de 2019, encaminhada pelo governo de Jair Bolsonaro e aprovada pelo Congresso Nacional. Porém, já há decisões da Justiça que suspenderam as demissões compulsórias.

Abaixo assinado mobiliza entidades e profissionais

A  Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Rio) do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro liderou um abaixo assinado com centenas de apoios de entidades de profissionais contra a demissão de Rubem Confete. Clique aqui para conhecer.

Spectaculu – Mestres do Samba

Fonte: Dicionário Cravo Albim da Música Popular Brasileira

Imagem em destaque: Tânia Rego – ABr

Leia também:

negrxs50mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *